Twitter FacebookGoogle + Youtube RSS Email

9 Motivos para Aprender a Programar

Comentários
9 Motivos para Aprender a Programar

Eu sou suspeito para falar de programação, já que comecei quando era muito novo e até hoje me fascino com o assunto. Para mim, programação é universo fantástico, até um pouco distante da nossa realidade.

Aprendendo a Programar

E eu acredito que existem diversos motivos pelos quais alguém deveria aprender a programar. Por isso, criei essa lista com 9 motivos pelos quais eu acredito que vale a pena aprender a programar.

1. Uma Ótima Carreira Profissional

A carreira profissional de programação é bastante interessante, já que o Brasil é ainda bastante carente na área. Cada vez mais as pessoas consomem tecnologia, principalmente conforme o acesso a internet e a aparelhos móveis crescem no país. E o Brasil precisa de programadores capazes de suprir essa demanda.

Por causa disso, o salário de programadores é bastante interessante, principalmente para bons programadores situados nas grandes cidades. Mas hoje, através da internet, é possível ter uma carreira profissional independentemente de onde você mora.

Se você quiser saber mais sobre a carreira profissional de programação, sugiro escutar o Nerdcast – Profissão: Programador. Para quem não conhece, o Nerdcast é um arquivo de áudio lançado semanalmente onde o pessoal do Jovem Nerd e convidados discutem diversos assuntos.

2. Criar Coisas Fantásticas

Sabendo programar é possível criar softwares dos mais diversos tipos. Na verdade, um programador pode, potencialmente, trabalhar com qualquer tipo de software, seja desenvolvendo Apps para iOS e Android, softwares para Mac OS, Linux e Windows ou até mesmo trabalhar no desenvolvimento de sistemas para grandes empresas.

Desenvolvendo Ideias

Assim é possível criar softwares fantásticos em diversas áreas. Por exemplo, Mark Zuckenberg começou a trabalhar no Facebook enquanto estava na faculdade, Linus Torvals criou o Linux enquanto era estudante na Finlândia e o Angry Birds foi criado por uma empresa fundada em 2003 e já teve mais de 1 bilhão de downloads.

Ou seja, através da programação é possível criar coisas simplesmente incríveis. É claro que muitas vezes é necessário ter toda uma equipe trabalhando para criar um novo produto e que existem diversas dificuldades e problemas, mas saber programar é o que permite que tais coisas ganhem vida.

3. Poder Modificar o Que Já Existe

Os softwares livres trouxeram uma oportunidade incrível para os programadores. Qualquer pessoa pode baixar e alterar um software livre. Dessa forma é possível criar a partir do que os outros já criaram.

Assim você pode adicionar novas funcionalidades ao softwares, corrigir bugs que encontrar ou então fazer modificações nesses softwares. E, na maioria das vezes, existe toda uma comunidade de programadores por trás desses softwares que está disposta a ajudar nesses processos e que é bastante aberta a colaboração de outras pessoas.

4. Entender Melhor a Tecnologia

Programadores costumam entender melhor a tecnologia como um todo. Isso porque eles estão acostumados a entender tanto aspectos de software quanto de hardware, além das dificuldades em se realizar algumas tarefas.

Além disso, quem sabe programar normalmente consegue “prever” como as coisas funcionam. Assim, se for necessário consertar ou configurar alguma coisa, muitas vezes não é necessário pesquisar o assunto, basta usar a “intuição” adquirida com o passar do tempo.

5. Aprender a Resolver Problemas

Programar é resolver problemas. Se eu quero fazer um jogo como o Angry Birds, eu preciso resolver diversos problemas (usando programação) para ter o resultado desejado.

Eu preciso resolver o problema de como colocar as imagens na tela, como capturar os movimentos feitos pelo usuário, como fazer animações, como descobrir se um passarinho bateu em um porco, como tocar uma música e efeitos sonoros, etc…

Resolvendo Problemas

No final das contas, eu tenho um grande problema e quebro ele em problemas menores que precisam ser solucionados. E os programadores aprendem a transpor isso para a vida. Diversos problemas que encontramos na vida pode ser fragmentados em problemas menores e resolvidos com raciocínio lógico.

6. Desenvolver sua Imaginação

A programação é uma ferramenta de criação. E talvez seja uma ferramenta de criação totalmente diferente das outras que existem, já que não requer matéria prima além do conhecimento e o acesso a um computador.

Para fazer uma estátua de mármore ou um quadro, eu preciso de ferramentas e materiais caros que me permitam fazer esse trabalho, além do conhecimento de como fazer. Além disso, o processo de produção consome esses materiais e eu preciso comprar materiais novos para a próxima obra. Mas para criar um software, eu preciso apenas de um computador e conhecimento.

Você pode imaginar qual software ou qual App de celular ou site você quer fazer. E mesmo que você não chegue de fato a faze-lo, a programação permite que você imagine sem que aquilo seja impossível. Você pode imaginar um software e se achar que a ideia é boa, você pode programa-la e se você se empenhar poderá tirar esse software da sua imaginação e traze-lo para o mundo real.

7. Se Divertir

Para quem gosta, programar pode ser muito divertido. Muitos programadores conseguem passar horas seguidas programando, já que é uma atividade que mistura desafio com recompensa.

Várias partes da programação são grandes desafios, que nos faz pensar durante muito tempo e falhar diversas vezes. Mas conseguir passar por esses desafios é bastante recompensador.

8. Melhorar a comunicação com pessoas da área

Para aqueles que não são da área de programação, mas precisam trabalhar ao lado de programadores é muito útil saber programar. Para os empreendedores da área de software isso significa saber o que pode e o que não pode ser feito, além de permitir lidar melhor com a sua equipe.

Conceitos de Tecnologia

Mas existem várias outras profissões que precisam trabalhar com programadores. No começo do ano quando ministrei o curso de verão Introdução à Computação na USP, tive vários alunos de áreas da biologia que precisavam entender o que os programadores faziam para entender o andamento da pesquisa.

9. Deixar a Vida Mais Prática

Uma coisa extremamente útil de saber programar é poder agilizar diversos aspectos da sua vida.

Por exemplo, eu já mencionei o uso de Torrent para fazer downloads, o software Plex que permite assistir filmes e séries no Windows e no Mac Os e sobre como colocar legendas em vídeos baixados na internet.

Mas todo o processo de baixar filmes, colocar na pasta correta juntamente com a legenda pode ser bem chato, por isso eu criei um pequeno programa que faz tudo isso para mim. Ele automatiza todo esse processo e me faz perder menos tempo nesse processo.

E esse é apenas um pequeno exemplo de diversos softwares que criei na minha vida para resolver problemas do dia a dia.

Aprendendo a Programar

A Internet é um recurso inesgotável sobre como aprender a programar. É possível encontrar livros, videos, blogs e muitos outros recursos sobre o assunto.

Se você mora em São Paulo (ou próximo), o Instituto de Matemática e Estatística da USP oferece anualmente um curso de verão de Introdução à Computação que é muito bom e bastante acessível.

Além disso, o Coursera oferece cursos gratuitos online (em inglês) relacionados à computação com professores de Stanford, Princeton e outras universidades.

E para aqueles que querem aprender a desenvolver para Android, o nosso parceiro Blog do Android publicou um artigo muito interessante intitulado Desenvolvimento para Android: Como Começar? que vale a pena ser lido.

Espero que esses itens acima ajudem a motivar os leitores do Mafagrafos a aprender a programar. E aproveito para perguntar para aqueles que já sabem programar:

Qual o décimo motivo para aprender a programar que você colocaria nessa lista?

Image: FreeDigitalPhotos.net

Sobre Rafael Schouery

Rafael é Bacharel em Ciência da Computação pela Universidade de São Paulo e atualmente faz parte do programa de Doutorado em Ciência da Computação na USP.É entusiasta de tecnologias que surgem no mercado diariamente, sendo seus maiores  interesses, aprender tecnologias que ajudem no dia-a-dia, melhorem a produtividade e o acesso a informação.

Comentários para “9 Motivos para Aprender a Programar”

  1. Edison Henrique Andreassy diz:

    Taí, gostei da idéia. Sugiro até entrar em contato com algum orientador educacional, quem sabe esse tipo de coisa pudesse ser agregada na educação de crianças.

    1. schouery diz:

      Olá Edison,
      na educação de crianças a situação é bastante polêmica, com várias pessoas que apoiam e outras, como o Prof. Valdemar Setzer que é bastante contra:
      http://www.ime.usp.br/~vwsetzer/

      A minha opinião sobre o assunto ainda não está muito bem formada, principalmente porque não sei se crianças têm a maturidade de entender conceitos tão abstratos ou não.

      Mas essa é uma escolha principalmente dos pais e é difícil dizer que eu apoio ou sou contra isso de forma geral ou sem ainda ter filhos.

      Obrigado pela visita e pelo comentário!
      Abraços!

  2. Parabéns pelo post Rafael. Diferente, didático e inspirador.

    1. schouery diz:

      Obrigado Ed, espero não ter sido romântico demais. Mas programar é realmente uma paixão para mim.

      Abraços!

  3. Não se esquecendo que uma área AMPLA é ligada aos Microcontroladores, em geral a tal “Eletrônica Embarcada” e coligados. E quem tem interesse pode começar com o Arduino ou clones.

    1. schouery diz:

      Olá,
      é uma área bastante ampla sim, mas que deixei de fora por não conhecer muito. Na verdade, tentei abordar as coisas de forma mais genérica e procurei por exemplos mais conhecidos do pessoal.

      Mas existem várias áreas da computação que são muito interessantes.

      Obrigado pela visita e pelo comentário!

  4. Da mesma forma que nem todos têm capacidade de desenhar corretamente, o raciocínio abstrato, imprescindível nessa tarefa, também não é comum a todos.

    1. schouery diz:

      Olá,
      eu concordo que não é comum a todos, até por isso tentei ao máximo não dizer que eu acho que TODO mundo deva aprender a programar. Cada pessoa tem suas habilidades e características diferentes.

      Mas para quem consegue, programar pode ser muito gostoso!

      Abraços e obrigado pelo comentário!

  5. R. Katsutoshi diz:

    Sempre tive interesse em programar, porém onde moro sempre me esbarro com expressões “ahh, usa linguagem X pq todo mundo usa e o mercado quer isso” e nunca fui muito com a cara dela. Sou daqueles que sempre tem dúvidas se começo a aprender de vez Python ou se vou para a “linguagem que a maioria usa”. Penso em um dia isso ser meu ganha pão, mas fico numa montanha de dúvidas.

    1. schouery diz:

      Olá,
      na minha opinião, não importa a linguagem que você começa. Após aprender a programar em uma linguagem, trocar para outra não é tão difícil como parece.
      Por isso eu começaria com uma boa linguagem de scripts como o Python ou o Ruby.

      E algumas vezes a linguagem que a maioria usa é a que traz menor retorno financeiro, já que existem vários bons programadores usando essa linguagem.

      Abraços!

  6. RICHARD MARTINS COSTA diz:

    Caro amigo. Há muito tempo tenho desejo de aprender programação, porém esbarro senpre no seguinte: POR ONDE E COMO COMEÇAR. Fiz alguns cursos básicos de informática, mas não todos. Gostaria de aprender DELPHI. Ai vem aqueles desmancha prazeres dizendo que o curso é muito complicado e eu terei de aprender outros cursos antes do Delphi, como por exemplo: Acess, PHP, MySQL, Oracle, enfim, estas baboseiras. Outro problema é o tempo de aprendizado, que normalmente é de 2 meses e meio. E eu? O que faço?

    1. schouery diz:

      Oi,
      um bom curso de programação, que seja feito para aqueles que não conhecem a linguagem, não deveria ter pré-requisitos. Principalmente não Access, PHP, MySQL e Oracle.

      Se você quiser usar Delphi junto com banco de dados, então precisará saber SQL. Mas, em geral, isso é um assunto bem avançado, que provavelmente você não veria num curso inicial.

      Alias. eu aprendi Delphi no Técnico em Informática muito antes de saber o que era SQL.

      Eu acho que você deveria meter as caras e perseguir seus sonhos. Sempre vão ter aqueles que dizem que você não vai conseguir.

      Agora, onde começar a fazer esse curso já é um assunto mais delicado que depende da cidade que você mora, a quantidade de dinheiro e tempo que você tem para investir. Mas acho difícil encontrar alguma coisa muito rápida e que seja boa. É preciso um certo tempo para ir amadurecendo na programação.

      Boa sorte!

  7. O básico é sempre lógica de programação, algoritmos e estruturas de dados. Mesmo em uma pseudo-linguagem. Acho interessante depois aprender linguagem C. Estudar programação orientada a objetos e partir para uma linguagem mais moderna como Java/C#/PHP/Python etc..

    1. schouery diz:

      Com certeza, lógica de programação é essencial. E para aqueles que vão trabalhar com isso, após terem aprendido o básico de uma linguagem, é importante aprender estruturas de dados e algoritmos.

      Mas eu acho interessante ir aprendendo alguma linguagem antes disso. Eu adoro algoritmos e estruturas de dados, mas tudo isso pode ser bastante abstrato para algumas pessoas se não for acompanhado da implementação.
      Uma coisa é estudar a árvore rubro-negra, outra é implementa-la.

      Hoje tenho minha dúvidas se o ideal é começar com o C, que é uma linguagem muito boa mas que pede um conhecimento profundo de alguns aspectos. Ainda quero fazer a experiência de dar um curso de Introdução a Programação começando por Ruby (mas sem entrar nos aspectos de POO) e depois indo para C.

      Obrigado pela visita e pelo comentário!

  8. DiegoCop diz:

    Gostei muito deste post…Tive meu primeiro contato com a programação na faculdade de Eng mecânica na matéria ´´Lógica de programação“, acabei reprovando duas vezes nessa matéria por não saber para que me serviria, mas depois que tive entendimento quis muito aprender a programar, e lendo muitos artigos fiz um plano de estudos: comecei a estudar HTML e CSS, depois fui para a linguagem C, em seguida C++(onde quebrei a cabeça para entender Orientação a Objeto),nunca quis me aprofundar nessas linguagens pois queria absorver as características principais de cada um, agora estou estudando Java (profundamente) tendo muita facilidade e rapidez para aprender. Isso tudo demorou cerca de 4 meses, e ainda não criei nada mas to adquirindo muito conhecimento, e meu objeto desde o começo foi criar APP Android (bem como praticar o meu inglês lendo só estudando livros nessa língua), sei que to chegando la e também sei que ainda tenho que aprender muito, mas garanto que está sendo gratificante….

    1. schouery diz:

      Fico feliz que tenha gostado do post.

      Infelizmente, muitas vezes quando somos obrigados a aprender algum assunto acabamos não gostando dele ou então não entendendo a utilidade disso para a nossa vida.

      Mas fico feliz que você tenha superado essas dificuldades iniciais e tenha conseguido aprender a programar.

      Abraços!

  9. Faço ciencia da computação… tinha duvida sobre por onde coemçar.
    comecem por C e dps C++ Orientado objteos. absorvam essas linguagens como puderem, pq mtaaaaas são derivada delas.
    aprenda orientação objetos. tenam em mente que prog web eh “pedreiro em forma de programador”.

    e nao parem de estudar

  10. Gostei muito dessa matéria, mas meu conhecimento nessas coisas é zero.
    Gosto muito de tecnologia e queria trabalhar com isso, pelo menos criando softwares legais. E estou com objetivo aprender, vc me aconselha a começar a estudar o que? Estava dando uma olhada e parece que é bom aprender primeiro HTML para fazer sites e depois se aprofundar nas linguagens para fazer programas, é isso?

    1. schouery diz:

      Olá William.

      Acho que, se você quer fazer sites, vale a pena aprender HTML primeiro sim. Porque independente da linguagem que você for aprender depois, precisará saber HTML.

      Recomendo que você dê uma olhada no artigo que escrevi sobre Aprender a Programar: http://www.mafagrafos.net/2012/09/10/aprendendo-a-programar/

      Abraços e boa sorte no aprendizado!